segunda-feira, 3 de agosto de 2015


QUARTEL DE ARTILHARIA UM


Ali entre a Rua de Artilharia Um e a Avenida Conselheiro Fernando de Sousa fica um dos mais antigos e conhecidos baldios de Lisboa:  o Quartel de Artilharia Um, um espaço outrora ocupado pela Manutenção Militar.


Há várias décadas abandonado, diz-se na zona que terá sido vendido a um importante grupo financeiro português recentemente implodido, não sendo, assim, de excluir que pertença, atualmente, a algum banco novo.

Diz-se que, enquanto o longo impasse perdura, uma parte do espaço foi cedido a uma empresa de meios audiovisuais para que ali possa estacionar as suas viaturas. 




Pode ver-se, de facto, alguns automóveis junto à secção Sul do muro que dá para a Artilharia Um.

Projeto, parece que há.  paralizado há mais de DEZ ANOS.  Porquê?

Por alguma razão desconhecida, parece um espaço - um feio e imenso espaço - com o qual ninguém parece preocupar-se, e do qual pouco se ouve falar.

Ou será que não se pode - ou não convém - falar?


- - - - -

Entretanto, como o muro é grande, vão proliferando os graffiti.
Embora, convenhamos, nem todos do melhor gosto, aqui ficam alguns pormenores do que por lá se pode encontrar.

Ah, mas, mesmo ao lado, onde funcionaram, em tempos, instalações hospitalares militares,
ficam instalações da Direção-Geral do Ordenamento do Território.
Será que ainda ninguém reparou naquele enorme baldio mesmo ali ao pé?
Ou não conhecerão alguém a quem possam dar uma palavrinha?



Gostou deste artigo?


Se gostou,

PARTILHE NAS SUAS REDES SOCIAIS!

Assim, a mensagem chegará mais rapidamente a outras pessoas a quem poderá interessar!


Aqui perto, veja também:


Alguns Links:
O plano para a Artilharia Um foi aprovado! (Fotos da maquete)
Plano de Pormenor da Artilharia Um (CML)

2 comentários:

  1. Passa por baixo o túnel do Rossio pelo que não é possível construção

    ResponderEliminar
  2. Acredito que sim, mas penso que não deixa, por isso, de ser possível o aproveitamento do espaço com outra finalidade. Ficar assim, baldio, abandonado... é que não pode ser.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...